Como Funcionam os Anúncios do Google e Como Anunciar no Google

Como funciona o Google Leilão Google

Hoje vamos falar sobre Como Funcionam os Anúncios do Google, Como Anunciar no Google e Como é o Mercado de Anúncios do Google.

Primeiro vamos entender como funciona a pesquisa do Google.

Atualmente o Google é o canal de pesquisas mais utilizado no mundo, quando alguém está procurando um serviço, produto ou qualquer tipo de informação, o Google é a fonte favorita da maioria dos usuários de internet.

Para cada pesquisa que você faz, existem milhares, às vezes milhões, de páginas da Web com informações úteis. A forma como o Google determina quais resultados serão mostrados começa muito antes de você digitar e é orientada pelo compromisso de oferecer as melhores informações para você.

Mas como assim antes mesmo de eu pesquisar o Google já sabe o que vai me mostrar?

Antes de você começar a digitar, o Google já tem diversas informações sobre você, como por exemplo, sua localização atual. Se você possui uma conta no Google, veja em myaccount.google.com a quantidade de informações já reunidas sobre você. Dessa forma, mesmo antes de você pesquisar, o Google organiza informações sobre páginas da Web no índice da Pesquisa de acordo com o seu perfil. O índice é como uma biblioteca, mas contém mais informações do que todas as bibliotecas do mundo juntas.

Em uma fração de segundo, os algoritmos da Pesquisa Google organizam centenas de bilhões de páginas da Web no índice da Pesquisa para fornecer os resultados mais úteis e relevantes sobre o que você está procurando.

Como os sites são classificados e organizados no Google.

O processo de rastreamento começa com uma lista de endereços da Web de rastreamentos anteriores e sitemaps fornecidos pelos proprietários dos sites. Quando os rastreadores do Google acessam esses sites, os links deles são usados para encontrar outras páginas. O software se concentra principalmente nos sites novos, nas alterações de sites existentes e nos links inativos. São usados programas de computador para determinar quais sites serão rastreados, com que frequência e quantas páginas serão buscadas em cada site.

O que acontece quado um novo site é criado?

Para entendermos melhor, vou fazer uma analogia com um local físico de grande movimento, onde diariamente milhares de pessoas procuram por produtos e serviços diversos. Vou usar como exemplo a Rua Santa Ifigênia que é uma importante via localizada no distrito da República, centro da cidade de São Paulo, Brasil, que ao longo dos anos tornou-se o ficou conhecida pela grande quantidade de lojas que se especializaram na venda de artigos eletrônicos, a ponto de se tornar o principal centro de produtos desse setor na cidade. E é mais ou menos assim que o Google funciona como um local de grande movimento.

Então vamos imaginar que cada loja nesse centro comercial seja uma site. Cada loja possui um número de identificação, quanto mais próximo do inicio da rua, maior a chance dessa loja ser vista por quem está ali buscando por produtos ou serviços, pois a maioria das pessoas não vão nem chegar na metade da rua se nas primeiras lojas jé encontrarem o que estão procurando.

Então se um lojista quiser criar uma nova loja, terá que ir para o final da rua onde quase não terá chance alguma de ser encontrado.

Assim como no mundo real, é o mundo digital. Quando um novo site é criado, a princípio esse site não tem nenhuma relevância e é jogado para o final do índice de pesquisa do Google.

Como faço para colocar o meu site nas primeiras páginas do Google?

Existem algumas formas de termos um site com mais relevância no Google mesmo esse site sendo novo. Uma das formas é saber usar e aplicar no site, as instruções e ferramentas fornecidas pelo próprio Google. Basicamente o conteúdo do site é o que o torna popular entre os usuários, e esse conteúdo precisa seguir diversos critérios exigidos pelo Google, para assim ser classificado em suas primeiras páginas.

Vamos voltar a nossa analogia, e imaginar que temos 3 lojistas com orçamentos diferentes querendo montar uma nova loja do mesmo segmento.

O primeiro é o João, que tem um orçamento muito limitado, mas possui grande conhecimento no segmento e sabe muito bem como funciona a Rua Santa Ifigênia.

O segundo é o Manoel, que tem um orçamento razoável e possui pouco conhecimento no segmento e na Rua Santa Ifigênia.

O terceiro é o Rico, quem tem um orçamento bem amplo, um ótimo conhecimento no segmento, porém não sabe muito bem como funciona a Rua Santa Ifigênia.

Desses 3 lojistas, o João foi o que chegou ao sucesso de forma mais rápida.

O Manuel, gastou todo o seu orçamento, pois não conseguiu aprender e aproveitar oportunidades que surgiram.

O Rico até consegue algum retorno, porém segue investindo valores altos para se manter no topo, e ainda acha que essa é a melhor forma.

Agora veja como João conseguiu o sucesso.

Primeiro João pesquisou muito sobre o seu segmento e produtos, depois João analisou a Rua Santa Ifigênia e aprendeu diversas formas de divulgação para sua loja e estratégias de venda. Com o passar do tempo, João investiu em sua loja deixando-a mais moderna, bonita, ampla e mais organizada, investiu também em tecnologia, contratou pessoas especializadas para cada uma das tarefas e por fim investiu e continua investindo em marketing.

Essa mesma fórmula do sucesso, nós podemos aplicar a um site.

Se o orçamento é limitado, então vai demorar um pouco mais para estar entre os primeiros, mesmo seguindo as todas as regras exigidas pelo Google.

Agora se o orçamento for amplo, então temos a chance de estar entre os primeiros imediatamente,  através dos anúncios do Google, que chamamos de Google ADS.

No caso da Rua Santa Ifigênia, para os lojistas que estão distantes do início da rua, é possível contratar pessoas que ficam abordando os clientes assim que eles chegam, oferecendo seus produtos ou serviços e havendo interesse, o cliente é levado até a loja diretamente. É mais ou menos assim que funcionam os anúncios do Google, diversos anúncios estão prontos para serem apresentados ao clientes que chegam na pesquisa, assim que a palavra-chave é digitada, os anúncios são apresentados e o cliente decide se quer ir ao site clicando no anúncio.

Como funcionam os anúncios do Google?

Com o Google Ads, é fácil mostrar para o mundo todo o que sua empresa tem de especial e alcançar os clientes quando eles pesquisarem algo que você oferece. Você também pode ser mais preciso focando em uma região específica.

Como vimos anteriormente, é no Google que as pessoas pesquisam o que fazer, aonde ir e o que comprar. Seu anúncio pode ser exibido no momento exato em que uma pessoa estiver pesquisando produtos e serviços como os seus.

Seja no computador ou no dispositivo móvel, um anúncio exibido no momento certo pode transformar as pessoas em clientes valiosos.

Você deve definir um objetivo que pode ser:

  • Receber mais chamadas na sua empresa
  • Atrair mais visitantes para sua loja física
  • Direcionar as pessoas ao seu site

Definir onde anunciar

Tenha um alcance global ou local. Você decide onde quer exibir anúncios, e assim o Google poderá mostramos para as pessoas certas.

Criar sua mensagem

Mostre o que sua empresa tem de especial em três frases curtas para conquistar os clientes ou adicione imagens para criar anúncios de banner atraentes.

Tendo em mente essas 3 etapas, chegou a hora de saber sobre os custos.

Quanto custa anunciar no Google ADS?

Não existe um valor mínimo de investimento no Google ADS, você pode iniciar com qualquer valor, mas é bom que você saiba como é cobrado e quanto custam os anúncios.

O valor é baseado em palavras-chave que você tem interesse em usar em suas campanhas. Palavras-chave são frases ou termos usados para fazer a correspondência dos seus anúncios com as palavras que as pessoas pesquisam.

Exemplo:
Se você quer vender lâmpada de led, você pode adicionar “comprar lâmpada de led” como uma palavra-chave na sua campanha do Google Ads. Quando as pessoas digitam “comprar lâmpada de led” na Pesquisa Google, seu anúncio pode ser exibido na página de resultados. Além disso, se a campanha de pesquisa também segmentar a Rede de Display, ele poderá aparecer em sites sobre iluminação.

O custo de cada palavra-chave muda de acordo com a qualidade dos termos, os concorrentes no leilão e outros fatores. Para saber o valor de uma palavra chave o Google disponibiliza ferramentas onde podemos fazer algumas simulações e ter uma noção dos custos sobre cada uma das palavras que escolhermos.

A partir do momento em que uma pesquisa é feita no Google, os anúncios passam por um leilão de acordo com a palavra chave que o usuário digitou.

Sempre que um anúncio do Google Ads está qualificado para exibição em uma pesquisa, ele passa pelo leilão de anúncios. O leilão determina se o anúncio é realmente exibido e em qual posição de anúncio na página.

Veja como o leilão funciona

    1. Quando alguém faz uma pesquisa, o sistema do Google Ads encontra todos os anúncios cujas palavras-chave correspondem à pesquisa.
    2. A partir desses anúncios, o sistema ignora aqueles que não são qualificados, como anúncios segmentados para um país diferente ou que foram reprovados devido a uma violação da política.
    3. Entre os anúncios restantes, apenas aqueles com classificações elevadas o suficiente são exibidos. A classificação combina seu lance, a qualidade do anúncio, os limites mínimos de classificação do anúncio, o contexto da pesquisa e o impacto esperado das extensões e de outros formatos de anúncio.

Como funciona o Google Leilão Google

  • Lembre-se do mais importante: mesmo que os lances da concorrência sejam maiores que o seu, você poderá conquistar uma posição superior (por um preço menor) com palavras-chave e anúncios altamente relevantes.
  • Como o processo de leilão é repetido a cada pesquisa no Google, cada leilão pode ter resultados potencialmente diferentes, dependendo da concorrência no momento. Sendo assim, é normal observar variações na posição do anúncio na página e na exibição dele.

Hoje nos temos outros diversos canais para anunciar serviços, produtos entre outros como por exemplo Facebook ADS, Instagram, Linkedin entre outros. Conheça  as diferenças entre eles para entender qual a melhor ferramenta para o seu objetivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Atendimento WhatsApp